Matéria >>


Emenda que altera vários pontos do projeto da terceirização

Plenário aprova emenda que altera vários pontos do projeto da terceirização O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 230 votos a 203, emenda do relator do projeto de lei sobre terceirização (PL 4330/04), deputado Arthur Oliveira Maia (SD-BA), e do PMDB, que muda alguns pontos do texto. Além de manter a possibilidade de terceirização da atividade-fim, a emenda diminui de 24 para 12 meses a quarentena que o ex-empregado de uma empresa deve cumprir para que possa oferecer serviços à mesma empresa no âmbito de uma contratada de terceirização. A aprovação da emenda prejudicará várias outras emendas apresentadas anteriormente, restando apenas mais três destaques para análise. Tributação A emenda também determina que, nos contratos de terceirização não sujeitos à retenção na fonte de 11% da fatura – prevista na Lei 8.212/91 para serviços de limpeza ou segurança, por exemplo – ou às alíquotas relativas à desoneração da folha de pagamentos, a contratante será obrigada a reter o equivalente a 20% da folha de salários da contratada, descontando da fatura. Outra mudança feita pela emenda diminui o recolhimento antecipado do Imposto de Renda na fonte de 1,5% para 1% para empresas de terceirização dos serviços de limpeza, conservação, segurança e vigilância. Sindicalização Em relação à sindicalização, fica mantido o trecho do texto-base que prevê a filiação dos terceirizados ao mesmo sindicato da contratante apenas se ambas as empresas pertencerem à mesma categoria econômica. Entretanto, a emenda retira a necessidade de se observar os respectivos acordos e convenções coletivas de trabalho. Responsabilidade Quanto à responsabilidade da contratante, a emenda torna solidária a responsabilidade da contratante em relação às obrigações trabalhistas e previdenciárias devidas pela contratada. Nesse tipo de responsabilidade, o trabalhador pode processar tanto a contratada quanto a contratante.





<< Voltar
Outras notícias
  1. Atenção - Setor Carga e Onibus
  2. Diario Oficial da União
  3. MPT decide que desconto da contribuição sindical deve ser aprovado em assembleia
  4. Salão de Festas
  5. Entrevista, a equipe Jornal União São Paulo
  6. GRANDE PLENÁRIA GERAL
  7. Dia Internacional do Trabalhador no Brasil será de luto!
  8. Reivindicações Atendidas!!!
  9. Protesto de funcionários paralisa circulação de ônibus em Mogi
  10. EXAME OBRIGATÓRIO VAI DETECTAR USO DE DROGAS POR MOTORISTAS PROFISSIONAIS
  11. 1º Congresso Regional de Trabalho Seguro no Transporte
  12. Emprego e menos juros para os trabalhadores
  13. 1º Congresso Regional de Trabalho Seguro no Transporte Rodoviário
  14. 30/10 FTTRESP - Rodoviários fazem ato na 19ª Feira Nacional de Transportes em SP
  15. Somente dois vereadores ficaram a favor dos rodoviários
  16. ENTREGA DE MICROONDAS NO TERMINAL CENTRAL
  17. FÉLIX E A VITÓRIA DOS RODOVIÁRIOS EM BRASÍLIA
  18. CENTRO ODONTOLÓGICO A TODO VAPOR
  19. MAIS UMA VEZ FELIX E SUA DIRETORIA BRIGANDO CONTRA A DUPLA FUNÇÃO
  20. ESPECIAL EX-TRABALHADORES DA VIAÇÃO SUZANO
  21. Retirada da Carteirinha Plano Odontológico
  22. A HORA DA VERDADE ! QUEM SÃO OS VEREADORES A FAVOR DO EMPREGO E DA SEGURANÇA DO POVO MOGIANO
  23. ONZE MOTIVOS OBVIOS PARA MANTER O COBRADOR NO ÔNIBUS
  24. INAUGURADO O CENTRO ODONTOLÓGICO DO TRABALHADOR RODOVIÁRIO DE MOGI E REGIÃO
  25. JSL - Movimentação de Carga Cia Suzano e Rio Verde - Conquistada Equipação Salarial
  26. Setor de Cargas
  27. ESPECIAL - Vitória na BREDA
  28. SETOR ônibus Mogi das Cruzes
  29. SETOR DE CARGA PLR- Participação nos Lucros e Resultados

DIREÇÃO RODOVIÁRIA
AV GOV ADHEMAR DE BARROS, 413
VILA RUBENS - MOGI DAS CRUZES - CEP 08735-075
TEL: 4724-9678 - sindrodov@terra.com.br

Blue Intelligence © 2021 - Todos direitos reservados 
criação